sábado, 18 de março de 2017

Convidamo-lo a assistir amanhã a mais uma das nossas reuniões. Programa com jovens de várias nacionalidades.
A partir das 17 horas.

domingo, 11 de setembro de 2016

sexta-feira, 27 de março de 2015


OS NOSSOS ESPAÇOS


Visite também a nossa Página de Facebook - Ministério Evangélico em Senhorinha.

Mais notícias. Novas imagens.


 

JUNTE-SE À LINHA DA FRENTE

O NOSSO PROGRAMA


Domingo a Domingo o Trabalho Evangelístico na Capela Evangélica em Senhorinha é uma realidade. Sem acanhamentos e sem secretismos, com as portas bem abertas. Estamos na frente da batalha, alertando cada pessoa para a realidade do Inferno e da condenação eterna. Sim, é isso que espera cada um que, nesta vida, não dê ouvidos à grande Notícia: a oferta de salvação para todo aquele que no Salvador crer. Anunciamos o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.


No próximo Domingo, mais uma oportunidade para se juntar a nós. Uma incursão pela Páscoa. Você é mesmo nosso Convidado!



DOMINGO, ÀS 17 HORAS -




 
Dia 29 de Março: Orlando Vendas, Ângela Vendas e João Mónica, Portugal (Lapa e Gafanha da Nazaré) - Mensagem, Música e Poesia.
 
Dia 5 de Abril: Congressos da Páscoa.
 
Dia 12 de Abril: Normando Fontoura, Portugal (Senhora da Hora) - Mensagem.
 
Dia 19 de Abril: Manuel Alberto Batata/Marta Batata, Portugal/Brasil (S. João da Madeira) - Mensagem e Música.
 
Dia 26 de Abril: Francisco Borges Correia, Portugal (Santiago de Riba-Ul) - Mensagem.
 
Dia 3 de Maio: Jonas Pinho, Portugal (S. João da Madeira) - Mensagem.
 
Dia 10 de Maio: Victor Lourenço/Sandra Lourenço, Portugal (Sangalhos) - Mensagem e Música.
 
Dia 17 de Maio: Marco Roque, Portugal (Silvalde) - Mensagem.
 
Dia 24 de Maio: Carlos Rodrigues, Portugal (Feira) - Mensagem.
 
Dia 31 de Maio: Paulo Samuel Teixeira, Portugal (Valadares) - Mensagem.
 
Dia 7 de Junho: Orlando Vendas, Ângela Vendas, Portugal (Lapa) - Mensagem, Música e Poesia.
 
Dia 14 de Junho: A confirmar.

Dia 21 de Junho: A confirmar.

Dia 28 de Junho: A confirmar.

Dia 5 de Julho: Victor Mendes, Portugal (Aveiro) - Mensagem.

Dia 12 de Julho: A confirmar.

Dia 19 de Julho: Pedro Canito, Portugal (Leiria) - Mensagem.
 



VOCÊ É NOSSO CONVIDADO!

 

quinta-feira, 26 de março de 2015

O QUE É A PÁSCOA?


Mas afinal o que é a Páscoa?

Hoje, em 2015, e apesar das dificuldades em que muitos vivem, continua-se a deturpar completamente o significado e o sentido da Páscoa. Os "vendilhões do templo" vêm transformando esta Quadra numa enorme oportunidade comercial.
Porque...
Páscoa é Ovos? NÃO.
Páscoa é Folar? NÃO.
Páscoa é Pão de Ló? NÃO.
Páscoa é Amêndoas? NÃO.
Páscoa é Champagne? NÃO.
Páscoa é Turismo? NÃO?
Páscoa é Reunião Familiar? NÃO.
Páscoa é visita doméstica de Líderes Religiosos? NÃO.
Páscoa é Cerimónias Religiosas? NÃO.


Ele (Jesus) não está aqui, porque já RESSUSCITOU. (Mateus, 28: 6)


A primeira Páscoa dá-se com a fuga do povo hebreu da escravatura do Egipto. O sacrifício dos animais. O sangue nas ombreiras e nas vergas das portas. A travessia, a seco, do Mar Vermelho, rumando a Canaã.
- Uma libertação física.

A segunda e definitiva Páscoa acontece com a morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro Prometido.
- Trazendo-nos libertação espiritual.

É esta a verdadeira Páscoa.
 
O Túmulo do Jardim.
 

Não seguimos um deus morto. Jesus ressuscitou. Ele é o Rei dos reis. O Salvador, o Messias Prometido.

O Túmulo está vazio. Porque Ele ressuscitou

A Sua vitória sobre a morte é a razão do nosso viver. Jesus morreu para nos dar vida. Ressuscitou para que crêssemos nEle. A consumação da Sua vitória dar-se-á com o Seu glorioso retorno. Esse grande Dia está prestes a acontecer.

Crês tu nisto?

Faz da Páscoa o acontecimento mais marcante da tua vida.



terça-feira, 4 de novembro de 2014

INTEGRIDADE
 
Integridade não dá dinheiro, mas...
  • Guarda. Guarda os nossos olhos de ver o que não devemos. Guarda a nossa mente. Guarda-nos de pensar coisas que não devemos. Guarda o nosso coração.
 
Foi desta maneira que Tiago Lourenço, o estreante nosso Convidado, iniciou a sua mensagem numa das recentes reuniões.
Ele tinha lido passagens, como Provérbios, 28: 6, Salmo, 25: 21, Salmo 41: 12 e Provérbios, 11: 3.
 
E prosseguiu com o segundo "G" de Integridade:
  • Guia. A integridade guia-nos. Diz-nos que não devemos mentir. Leva-nos a dizer aquilo que é. Aquilo que somos. Guia-nos nos assuntos das nossas conversas. De falarmos de mais ou de menos. Na nossa casa - o nosso testemunho. A integridade deve permanecer em toda a nossa vida. As pessoas seguem mais aquilo que se faz e menos aquilo que se diz.
Jó foi íntegro na riqueza. E na pobreza. (Leu, Jó, 1: 8 a 12; 2: 3 a 10). Mateus, 5: 16.
 
A integridade leva-nos a viver aquilo em que se crê. Vale a pena ter uma vida íntegra.
 
  • Glorifica. O terceiro "G" de integridade. A integridade glorifica a Deus. As pessoas que nos vêem tomam-nos como diferentes, como exemplares. Todos os dias devemos ir melhorando a nossa vida.
 
 
 

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

 

VESTES BRANCAS

7 de Setembro, passado Domingo. Tivemos a alegria de alguns retornos, que já não estavam connosco há algum tempo.
Alguns anúncios de muita importância, entre os quais o pedido de oração pela saúde de Luísa, da Missão "Cristo é a Resposta". Ela deverá ser submetida este mês a uma cirurgia, motivada por cancro no peito. Também pela salvação de cada pessoa, habitante em Senhorinha e Sever do Vouga.
 
O nosso convidado para esta tarde, Carlos Rodrigues, começou por dizer que estamos a viver os últimos minutos desta dispensação/presente sociedade. Jesus está prestes a voltar.
 
Em Apocalipse, 3: 5 e outras passagens, podemos ler de "Vestes Brancas".
As primeiras vestes e que são conhecidas, são as que Deus preparou para Adão e Eva, ainda no Jardim do Éden. Estas eram vestes que tapavam, eram provisórias.
Mas as Vestes Brancas falam-nos de pureza, de salvação.
Temos de ter todo o cuidado, para manter essa veste branca. Os crentes, se pensam que estão ao abrigo do Sangue do Cordeiro, e podem fazer tudo o que lhes apetece, estão enganados. Têm de confessar o seu pecado, quando o cometem.
 
Deus diz: Bem aventurado aquele que vigia as suas vestes e que não as deixa contaminar (Apocalipse, 22: 14).
Ninguém pode vestir as suas vestes/trajes de justiça, sem primeiro tirar as vestes imundas. A coroa de justiça é dada a todo aquele que permanece fora do pecado.
 
Vestes brancas significam vidas separadas do pecado. Repito: são Bem aventurados os que guardam as suas vestes e as mantêm limpas.
 

 
Pensem: Estamos nos últimos minutos desta vida. Há que cuidar bem do nosso viver.
 
 


terça-feira, 2 de setembro de 2014

 

ESTAR FIRME.

No passado Domingo, o último dia do conhecido mês das férias - Agosto, recebemos a visita do nosso cooperador Marco Roque, que acompanhado da respectiva Família, nos alegrou mais uma vez com a sua presença e ministério.
Começou por se referir a uma necessidade focada no início desta reunião: a de distribuição de folhetos pelas ruas, porta a porta, cara a cara. Falando verdade, firmes e constantes, sob a direcção do Espírito Santo. Se nada fizermos, teremos de prestar contas.
Leu I Coríntios, 15: 51 a 58.
 
Devemos de falar e agir conforme aquilo em que vivemos. Sendo crentes, deveremos sê-lo com vidas vitoriosas.
 
Temos de ser firmes:
  • Como um soldado. Temos de guerrear. Como? Em oração.
II Coríntios, 10: 3 e 4.
Quantas barreiras têm sido colocadas à nossa frente e que não conseguimos destruir? Mas a militância em oração é poderosa e capaz de destruir os maiores obstáculos.
  • Como uma árvore. Nós somos como que uma árvore que deverá produzir fruto. Como que plantada junto a ribeiros. O segredo da segurança das árvores está onde? Está nas raízes, aquela parte que se não vê. E muitas pessoas não se têm estendido nas suas raízes, no Senhor e na Sua Palavra.
Muitas vezes é um processo doloroso, pois Deus corta as varas que não dão fruto e as tira.
 
- Uma construção.
Nós somos como pedras vivas. O fundamento de uma casa... são os alicerces. E há necessidade de alicerces seguros, firmes.
A conhecida história do homem insensato e do homem prudente. O primeiro construiu a casa sobre a areia. Coisa fácil. O outro, sobre a rocha. Mais trabalhoso.
Quando se constrói a casa fora dos planos de Deus, a casa arruína rapidamente.
Devemos ainda ter cuidado com as "rachadelas" na nossa casa. Ela pode ruir. Às vezes um pecado bem pequenino que "ninguém" vê. Mas que traz grande ruína com o tempo.

I Timóteo, 4: 15 e 16.
A nossa casa não deve estar escorada noutra casa. Se a outra cai, a nossa vai atrás. Devemos estar alicerçados sobre os nossos próprios alicerces.
Devemos ser diferentes. Fazer a diferença entre a luz e as trevas.


Filipenses, 4: 1.
 
Eu quero estar firme no Senhor. É o ponto crucial desta mensagem. Estar firme.
 


sábado, 22 de março de 2014

FOME - Bem Aventurados os que têm fome

Na reunião do passado Domingo, dia 16, e num ambiente familiar, o povo de Deus foi admoestado e objecto de exortação, perante certos comportamentos que se vêm instalando no seu seio.
 
Nós devemos dar a primazia a Deus. A ocupação ao Domingo com compras, futebol, aniversários, etc., são puro roubo ao tempo que é devido ao Senhor.
E nas colectas? Chega de colocar nos sacos as moedas pretas, os restos da nossa algibeira, que nem os arrumadores dos carros aceitam. Isso é tirar o que é devido a Deus.
 
Se o meu povo, que se chama pelo Meu Nome, se voltar para Mim e se arrepender do seu pecado, então Eu o ouvirei e o sararei.


Fome - Bem aventurados os que têm fome. Aqueles que dão a primazia às coisas de Deus.

Normando Fontoura, o nosso convidado desta tarde, prosseguiu com a leitura das 8 Bem Aventuranças, iniciando em Mateus, 5: 1. Aqui vemos 2 tipos de pessoas: a multidão - aqueles que buscam o espectáculo e a comida física. O outro tipo, o dos discípulos - que procuravam a Jesus.

A multidão, seguindo o caminho do erro, o caminho da perdição, o caminho da ignorância. Se perguntarmos para onde vão depois da morte, ninguém sabe responder e refugiam-se no gasto argumento de que "ninguém veio para contar". Mentira. Jesus veio.

Mas bem aventurados os pobres de espírito. O pobre de espírito é aquele que não tem recursos espirituais para se defender. É aquele que reconhece a sua necessidade de salvação.

Bem aventurados os que têm fome (v. 6). Esta fome é também uma fome espiritual que Deus prometeu satisfazer. Eles serão saciados, Ele dará sem medida. Deus dará, dando satisfação completa ao faminto.

Vinde a Mim todos os que estais cansados e Eu vos satisfarei. Deus não abençoa aquele que vive em transgressão, aquele que Lhe desobedece.

Chegará o dia em que haverá fome da Palavra, mas esta já não existirá mais. A Bíblia é o único livro que é lido diante do seu Autor. Todos os outros livros (Lusíadas, etc.) são lidos com os autores já falecidos ou prestes a partir. Quando o Autor elevar a Igreja para os Céus, a Palavra fica encerrada. Terminou o tempo. Multidões encherão esta Capela de Senhorinha e os templos, buscando a Deus, mas Ele já não estará mais. Tal como aconteceu na arca de Noé. Clamarão "Senhor, Senhor, abre-nos a porta". Mas esta ficará encerrada para sempre.

Enquanto é dia, enquanto é tempo, vamos dar de comer às pessoas.
 

sexta-feira, 21 de março de 2014

Conhecendo e imitando Zaqueu

Na reunião do passado dia 9 de Março, o nosso convidado falou sobre Zaqueu. Aquele homenzinho de pequena estatura, mas que tem sido um grande instrumento usado por Deus para a conversão de muitos, nestes séculos de existência da Igreja.

Amadeu Sousa Cardoso, que nos alegrou com a sua presença e ministério.

Jesus estava a passar em Jericó. E só passou uma vez! E quantas vezes tem passado aqui em Senhorinha? Por quanto tempo mais Ele vai falar? Hoje pode ser a última vez. Ninguém sabe.
 
Como é que Ele passa? Por exemplo... pela Sua Palavra. Que diferença faz entre as palavras directas da Sua boca e a Palavra escrita? Nenhuma! Toda ela é exacta.
 
Aqui vemos Zaqueu, um homem rico, mas com mau relacionamento perante a sociedade, porque era publicano - classe profissional conhecida pela sua corrupção. Naquele dia ele soube da chegada de Jesus e quis conhecer pessoalmente Aquele estranho Profeta, de que já tanto ouvira falar. 
Porém, era de pequena estatura. Mas Zaqueu estava determinado. Ele queria mesmo ver Jesus e por isso subiu a uma figueira, árvore que tem servido de capa religiosa, já desde o Jardim do Éden.
 
Porém, e para surpresa do nosso homem, Jesus sabia que Zaqueu estava naquela árvore. E chamou-o pelo próprio nome. Zaqueu ficou sem qualquer dúvida: estava mesmo diante de um Profeta.
 
Para Deus, nós também somos como anões. Somos pó. Mas Deus conhece-nos pelo nosso nome e nos chama, hoje, agora!

Zaqueu ouviu a voz de Jesus e obedeceu. Desceu rapidamente e foi ao seu encontro. A comoção foi tão grande, que ele logo se apressou a receber Jesus em sua casa.
O Senhor Jesus juntou-Se a Zaqueu e a sua família. Que escândalo na sociedade: Jesus reunido em casa de um publicado, um ladrão. Esta sociedade constituída por pessoas que continuavam distraídas com a sua religião, em lugar de examinarem o seu coração.

Zaqueu verificou que recebera em sua casa mais que um Profeta. Ele recebera o Filho de Deus. Humilhou-se, arrependeu-se e, em consequência, manifestou intensão de mudar radicalmente a sua vida. E Jesus disse que HOJE entrara salvação naquela casa.
 
O Filho do Homem veio para buscar e salvar o que se havia perdido. Jesus vai passando aqui em Senhorinha ou em qualquer lugar onde o leitor desta mensagem se encontra. Ele quer chamar, convidar, salvar e transformar algum Zaqueu aqui.
Zaqueu deu o exemplo. Hoje, agora, é a sua hora. Ouça a chamada de Jesus, e seja um novo Zaqueu.
 
Leia na Bíblia este facto, em Lucas, 19: 1 a 9.
 
 
 

segunda-feira, 3 de março de 2014

5º ANIVERSÁRIO - UMA BÊNÇÃO CHAMADA CEIA DO SENHOR



Ontem, dia 2 de Março, completaram-se 5 anos (e 1 dia) sobre a data de abertura do Ministério em Senhorinha. Preparou-se uma reunião especial, para a qual tudo foi sendo organizado de forma espontânea (mais uma vez) e em poucos dias. Depois do evento concretizado, podemos dizer que ontem foi um dia muito marcante na história do Ministério em Senhorinha. Por dois motivos:
 
1º Celebração, pela primeira vez, da data do aniversário;
2º Celebração, pela primeira vez, da Ceia do Senhor.
 
Com esta celebração, podemos dizer que o Trabalho em Senhorinha passou a uma outra dimensão e a ter um outro estatuto. A Ceia do Senhor, para além de ser o cumprimento de um mandamento deixado pelo Senhor Jesus, é o coração da Igreja, é o centro ao redor do qual os crentes se vão movimentando.
Ontem houve retorno, houve emoção e houve lágrimas. Não pelo 5º aniversário, apesar de ser uma evocação que muito nos alegra, mas sim pela realização da Ceia do Senhor - pela primeira vez!
Alguém disse hoje, que a Ceia do Senhor transforma o espírito numa Igreja. E nós dizemos: é isso mesmo. Sentimos exactamente isso, a partir de ontem, em Senhorinha. Por assim dizer: Senhorinha alcançou a maioridade.
Está previsto que a partir de agora, todo o primeiro Domingo de cada mês, incluirá a Ceia do Senhor.

 
 


O PROGRAMA
 
Foi das reuniões mais participadas que temos tido na Capela. Manuela Mota, a pessoa primeira convertida em Senhorinha demonstrou enorme alegria e entusiasmo. Teve diversas intervenções bem imaginadas, através da poesia, música e oração. Um bom começo.
 
Diversos convidados faziam parte deste evento. Para além da espontaneidade da Manuela, tivemos Orlando Vendas, na poesia e na música, com a sua soberba voz. Uma vez mais podemos dizer que "soube a pouco" a sua cooperação. Bela poesia, maravilhosos cânticos, apoiados pela sua permanente alegria e boa disposição.
 

 
Ângela Vendas já nos habituou a poesia bem vivida, recitada com enorme emoção. Uma antes da mensagem e outra na parte final da reunião, de carácter poderosamente evangelístico, enriqueceram este dia especial em Senhorinha.
 
 
A Mensagem -
Francisco Borges Correia (Igreja em Santiago de Riba-Ul) foi o portador da mensagem para este dia especial. Ele centrou a leitura Bíblica em II Coríntios, 5: 17 a 19.
 
 
EMBAIXADORES PARA A RECONCILIAÇÃO
 
Muitas pessoas tentam aparentar ser mais novas, através de operações plásticas e outras realizações. Porém, ninguém pode alterar a nossa natureza e a nossa situação. Espera-nos a morte, mais cedo ou mais tarde. A morte assusta; a morte apavora porque nós fomos criados para viver eternamente. Não vale a pena fingir que não temos medo. A morte é o rei dos terrores.
Mas os crentes não têm medo do que se segue à morte, porque sabem para onde vão e como vão.
 
Somos - há 5 anos - embaixadores de Cristo em Senhorinha. Quando falamos aos outros, estamos a anunciar a Palavra da reconciliação. Aquela Palavra que Jesus veio proclamar, para estabelecer a paz. E Ele morreu (pelo nosso pecado) para nos reconciliar com Deus.
Nós dizemos: Eu venho da parte de Cristo, pois Ele é O Mediador.
 
Colossenses, 1: 14 a 21 -
 
Há necessidade de reconciliação porque o mundo está em inimizade com Deus. Hoje em dia já se aceita e tolera com normalidade a alteração dos usos e costumes da natureza que O Criador instituiu. A lei do aborto, do casamento entre homens e entre mulheres, entre outras são o sinal evidente da rebelião com Deus.
Alguma coisa no mundo actual aponta para Deus? Televisão, política, sociedade, desporto... Nada!
O homem rebelou-se contra o Seu Criador e constituiu-se inimigo de Deus.
 
Gálatas, 4: 8 -
Se pensas que temes a Deus e não O serves, então não és de Deus. Jesus diz: Eu Sou a Porta; Eu Sou a Verdade; Eu Sou a Vida. Nova Vida.
A religião cataloga as pessoas: há pessoas boas e pessoas más. Mas a verdade é que não há bem nenhum em nós. Está escrito: Não há um justo, nem um sequer.
Pessoas que passam pelos assentos dos edifícios religiosos, mas nunca conheceram a verdade, são estranhos para Deus.
 
Nós, os crentes salvos, não nso esqueçamos: somos embaixadores de Cristo. Temos a Palavra da reconciliação.
Homem e mulher que parte deste mundo sem salvação, parte como um estranho para Deus.
Deus enviou O Seu Filho para te livrar da ira futura. Amanhã pode ser muito tarde. Logo não é garantido. A hora de te reconciliares com Deus é AGORA!
 
Lembrança: Todo o Domingo a porta da Capela em Senhorinha se abre às 17 horas para que tu venhas ouvir palavras de salvação, de libertação e de reconciliação.
 


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Reunião de 9 de Outubro



Neste dia 9.10.11, o nosso convidado vem do Porto e já é habitual em Senhorinha. Chama-se Paulo Pina Leite e é dirigente da Missão União Bíblica.
Depois de se referir ao grande Encontro do passado dia 5, abriu a Palavra em
Miquéias, 7: 1 a 7.

Este é um quadro de Israel. Mas esta situação espelha a realidade do mundo de hoje. Nos nossos dias, podemos observar todas estas coisas. Não há um homem bom, nem um sequer. Não há políticos, não há juízes que saiam com as mãos limpas.
As pessoas vivem para o dia de hoje.

Onde passarás a eternidade?

Aos homens está ordenado morrer uma vez, vindo depois disso o juízo. (Hebreus, 9: 27)

Leu II Crónicas, 7: 11-12. Romanos, 10: 11.


Graças a Deus há uma esperança. Há uma resposta. Há uma solução.
A decisão mais importante que podemos tomar nesta vida é receber Jesus como Salvador. Será que temos pensado nisto?
Se Cristo estiver em nós, isso vai fazer toda a diferença. Aqui, Deus capacita-nos para dar fruto. Não na nossa força, mas pelo poder do Espírito Santo. Isto porque os Seus pensamentos são mais altos do que os nossos.
É esta certeza de segurança (Cristo em nós) que nos mantém satisfeitos, preenchidos e nos deve persuadir a caminhar o caminho com determinação e coragem, anunciando a salvação.


sábado, 17 de setembro de 2011

OS CONVITES DE JESUS

REUNIÃO DE 11 DE SETEMBRO

Neste dia, passados que são 10 anos sobre o holocausto que se abateu em New York, e que se reflectiu em toda a nação americana e sobre todo o mundo, reunimo-nos para mais um ajuntamento em Senhorinha, para ouvir falar de descanso e de saciamento da sede.

A reunião iniciou com belos momentos musicais, interpretados por Moisés Matos e muito bem acompanhados por Helena Paula (sintetizador), Paulo (clarinete) e Joana (violino). Este grupo de Coimbra, há muito desejado, foi mais uma estreia em Senhorinha.
Moisés cantou duas belas melodias que nos fizeram elevar o nosso pensamento à passagem "Bom é estarmos aqui". Lembrando a grande pergunta que se encontra no pátio da Capela - Onde passarás a Eternidade? - o nosso solista cantou sobre o maravilhoso Lar que nos aguarda e onde habitaremos com os anjos cantando, para todo o sempre.





Seguidamente cantou um hino que nos fala de confiança. Cada dia, dia a dia, Jesus está ao nosso lado, preocupando-Se com o nosso viver. Para o crente não há "sorte", nem há "azar". Tem de haver vida com Jesus.


O nosso prelector de hoje, Francisco Borges Correia, veio de Santiago de Riba-Ul e falou-nos de três Convites. Leu:
1. João, 7: 37 a 39 - Se alguém tem sede...
2. Mateus, 11: 25 a 30 - Vinde a Mim, todos os que estais cansados...
3. João 1: 43 a 46. - Segue-Me... Vem e Vê.

Há três coisas essenciais de que precisamos: comer, beber e descansar. Ninguém consegue viver sem beber, pois o nosso corpo é constituído por 60% de água. Quando alguém está em greve da fome, pára de comer, mas não deixa de beber.
A Bíblia fala-nos de 2 tipos de sede. Sede física. Tendo ali o povo sede de água... Não nos sentimos bem enquanto não repomos os valores em falta de água.
Sede da alma é a outra sede - as necessidades da nossa alma. Como o cervo tem sede, a minha alma tem sede de Deus, o Deus vivo.
O povo estava reunido em festa, a Festa das Colheitas, que durava 7 dias. O povo cantava, folgava, bebia e comia. Deveria estar satisfeito, no último dia. Porém, neste mesmo fim de festa, eis que Jesus Se levanta e lhes lança o convite: Se alguém tem sede...
As pessoas reúnem-se em qualquer parte em busca de algo. Há dias estiveram milhão e meio de jovens em Madrid. Eles iam em busca de Deus? Foram porque estava lá um homem. Os homens buscam nos jogos o que lhes falta. Lutando com as máquinas do dinheiro. Na comida o que lhes falta. Na fama, nos concertos musicais querem algo. Na política. No desporto. Pessoas que se deslocam para estes lugares para preencher um vazio que sentem dentro de si. E a sua alma continua por se sedentar. O ser humano revela sede. Está sempre sedento. Cada pessoa revela sede de Deus - Deus Vivo. Mas muitas vezes procuramos para a nossa alma deuses.

Amy Winehouse, a cantora recentemente falecida. Como ela era no início da sua carreira e como acabou. Impressionante. Uma alma que se deixou consumir, apesar de ter o mundo a seus pés. Procurou em tudo satisfação para a sua alma: meteu-se na droga, no álcool, nas grandes orgias. Fez diversas desintoxicações e acabou por se suicidar. Porque não encontrava satisfação. Sabeis por quê? Porque ela não compreendeu que encontrou o seu deus. Mas não encontrou o Deus Vivo!...

O Senhor Jesus disse: Se alguém tem sede, não de água, não de vinho... então Eu Sou... O Deus Vivo. Eu Sou a água da vida.
Jesus disse à mulher samaritana, naquela hora tórrida do dia, a cerca de 40 graus: Se beberes desta água, nunca mais terás sede.

Não te deixes enganar: religião é um deus. Mas não é o Deus vivo. Vir aqui ouvir estas mensagens, estar no culto, cantar, orar pode ser para ti um deus, mas pode não ser o Deus Vivo. É importante ter Jesus no coração.

É necessário nasceres de novo, para que seja insuflada vida dentro de ti. Para que brotes vida. Para que sintas O Deus vivo dentro de ti. Para que tu sintas a Sua acção.

Se alguém está cansado... precisamos de lugar para descansar a alma. Jesus diz que se estás cansado, deixa com Ele o teu fardo. Partilha a tua vida com Ele.
Jesus convida a que coloques nEle o teu fardo e deixes que Ele te conduza. Jesus quer conduzir a tua vida.

Há um terceiro convite que só Filipe o podia fazer: Vem e vê.
Vem e prova a realidade da nova vida em Cristo. Vem e vê. Prova, sacia-se e descansa em Jesus.


Ainda antes do término da reunião, Moisés Matos melodiou pela terceira vez, utilizando um cântico na linha da mensagem deste dia.



quinta-feira, 21 de abril de 2011

25 DE ABRIL NA LINHA DA FRENTE



Aproxima-se o dia feriado de 25 de Abril. Segunda feira de Páscoa é dia de nos juntar-nos em Senhorinha para ir para a frente da batalha.
Nenhum crente se deveria auto excluir (Como ouvirão, se não há quem pregue? - Rom., 10: 14c).

Possivelmente alguém de Senhorinha/Sever do Vouga necessitará de receber um folheto das suas mãos ou uma palavra da sua boca.
Então, junte-se ao exército espiritual.

Do programa consta:
- Chegada dos participantes
- Almoço
- Convívio
- Distribuição de folhetos casa a casa.
Todo o interessado em participar deverá comunicar-nos a fim de organizarmos correctamente o almoço.


Receba o nosso abraço e votos de Páscoa abençoada.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

NATAL É SÓ JESUS

A sociedade tem transformado o Natal numa quadra meramente temporal. O grande comércio movimenta milhões e as famílias vão-se reunindo para as já tradicionais ceia e troca de prendas. Tudo isto em nome de um Natal que vão construindo à sua imagem.
Porém nós, os crentes em Jesus, sabemos que Natal é Jesus, O Messias. E só Jesus. E também sabemos que Natal não foi em Dezembro...
Continuamos vivendo aquela maravilhosa hora que nos é narrada:
"E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temais; porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo; pois na cidade de David vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor." Luc. 2:10 e 11.